1. Como colocar cursos no currículo: guia com exemplos

Como colocar cursos no currículo: guia com exemplos

Beatriz Negreiros Gemignani
Atualizado em:

Mencionado em:

Você fez um curso que será de grande valor para a vaga concorrida mas não sabe onde informá-lo no currículo? Ou possui diversos cursos e está na dúvida se deve colocá-los no currículo?

Essas dúvidas são comuns, e saber como colocar cursos no currículo é um fator que pode fortalecer ou prejudicar o seu CV. Tudo depende de como você fizer isso. Veja neste artigo quando vale a pena colocar um curso no currículo e como fazer isso. Acompanhe exemplos para cursos complementares, livres e profissionalizantes.

Fazer um currículo profissional online é fácil. Escolha um modelo de currículo para preencher e complete as secções com frases e segmentos pré-escritos.

FAÇA O SEU CURRÍCULO AGORA

Crie seu currículo profissional

exemplo de currículo com cursosNÃO
exemplo de currículo com cursosSIM

O gerador de currículos online da LiveCareer torna possível a criação de um currículo perfeito para transferir em Word ou PDF.

Além de saber como colocar cursos no currículo, diversos outros fatores são importantes para ter um bom CV. Descubra-os nos artigos a seguir:

Como colocar cursos no currículo?

O mais recomendado para inserir cursos no curriculum vitae é fazer uma secção só para eles. Você pode chamar esta secção de “Cursos” ou ser mais específico, como “Cursos complementares” ou “Cursos extracurriculares”. Coloque-a após a secção de “Formação académica”, pois os cursos são menos importantes do que a sua educação principal.

Para colocar os seus cursos no currículo, siga esses passos:

  1. Faça uma secção para “Cursos” no currículo;
  2. Comece listando o curso mais recente;
  3. Escreva o nome do curso;
  4. Informe o nome da escola ou instituição;
  5. Coloque o nome da cidade;
  6. Termine com a data de conclusão do curso.

Veja um exemplo de como colocar os cursos no currículo:

Como colocar cursos no currículo: exemplo

Cursos

Curso de Especialização em Metodologias Ativas e Tecnologias Educacionais Digitais

Universidade de Coimbra

2021

Emoções da escrita na poesia, na prosa e nos contos

Centro de Formação da Casa do Professor, Porto

2022

Coloque os seus cursos no currículo usando secção própria para essa educação complementar. Nomeie a secção apenas de “Cursos” ou “Cursos complementares”. Inclua o nome do curso, a escola e o ano de conclusão.

Caso o curso seja um dos dados mais importantes do seu currículo ou relevante para a vaga de emprego concorrida, você também pode inserir frases para currículo com mais detalhes. É possível informar, por exemplo:

  • Duração do curso;
  • Certificados e certificações obtidas com o curso;
  • Temas abordados que são importantes para a vaga;
  • Projetos desenvolvidos durante o curso;
  • Publicações resultantes do curso;
  • Notas obtidas com o curso (se forem altas);
  • Link para a página do curso.

Para um currículo sem experiência, pode ser uma boa ideia incluir algumas informações adicionais como as mencionadas acima.

Além de fazer uma secção à parte para os cursos, você também pode incluí-los em outras secções do seu currículo. Veja mais detalhes a seguir.

Um bom sumário no início do currículo chama a atenção dos recrutadores. Não é necessário criar algo do zero: escolha e modifique uma das descrições escritas pelos nossos profissionais com o gerador de currículos.

FAÇA O SEU CURRÍCULO AGORAgerador de currículos

Onde colocar cursos no currículo

Nem sempre é necessário fazer uma secção só para “Cursos” no seu curriculum vitae. Dependendo do tipo de curso e da importância para você e para a vaga desejada, as opções são:

  • Para o seu curso principal de formação, coloque-o na secção de “Educação”;
  • Para um curso extra e relevante, informe-o numa secção à parte para “Cursos”;
  • Para outros cursos menos importantes, liste-os na secção de “Informações adicionais” do currículo.

 Está na dúvida se o seu curso deve ir na secção de “Educação”, de “Cursos” ou de “Informações adicionais”? Veja mais dicas a seguir.

Como colocar cursos complementares no currículo

Cursos complementares, como o próprio nome diz, são aulas que trazem uma formação adicional, em geral aprofundando-se num tema específico. Também chamados cursos extracurriculares, ou simplesmente cursos extras, esse tipo de curso pode vir numa secção de “Cursos” ou de “Informações adicionais”.

Ao decidir como colocar cursos complementares no currículo, considere em primeiro lugar que não fazem parte da sua formação académica principal, e, portanto, não vale a pena colocá-los na secção de “Educação”.

Como colocar cursos extracurriculares no currículo para preencher:

  • O curso é relevante para a sua área de atuação ou para a vaga desejada? Coloque-o na secção de “Cursos”;
  • O curso não é tão importante ou significativo para a sua profissão ou para a vaga? Mencione-o apenas na secção de “Informações adicionais”.

Saiba que, caso um curso realmente não seja relevante para a sua profissão e nem para a vaga concorrida, o melhor é não colocá-lo no currículo. Segundo a Universidade do Estado do Oregon, uma cilada em que muitos caem com o curriculum vitae é colocar informações irrelevantes para a vaga de emprego. Isso apenas enfraquece o seu CV.

Se o curso complementar pode ajudá-lo a conseguir a vaga de emprego desejada, não deixe de colocá-lo no currículo. Quando o curso é muito relevante ou se você não possui ainda muita experiência profissional, considere dar mais detalhes. Veja um exemplo.

Exemplo de como colocar cursos extracurriculares no currículo

Curso de Especialização em Metodologias Ativas e Tecnologias Educacionais Digitais

Universidade de Coimbra

Março de 2021 – Junho de 2021, 196 horas

Competências desenvolvidas:

  • Criação de recursos educativos digitais para integrar metodologias ativas; 
  • Reflexão crítica sobre as reações dos alunos e os resultados obtidos nas aulas.

Projeto prático:

  • Planifiquei 5 aulas com integração de recursos educativos digitais e metodologias ativas, aplicadas na Escola Secundária São João;
  • Avaliei os resultados da implementação, com o resultado de 95% de envolvimento dos alunos e 35% de aumento da aprendizagem (segundo testes aplicados com grupo de controle).

Lembre-se de detalhar o seu aprendizado no curso apenas se tiver ligação direta com a vaga de emprego. A exceção é para currículo de estudante ou de profissionais recém-formados, que ainda não possuem muita experiência e, portanto, devem enfatizar os estudos.

Como colocar cursos livres no currículo

Os cursos livres são caracterizados por qualquer formação que não confere um grau ao aluno. Portanto, não devem ser colocados na secção de “Educação” do curriculum vitae. Para saber como colocar cursos livres no currículo, vale a mesma regra já vista: se forem relevantes, coloque-os na secção de “Cursos”; caso contrário, em “Informações adicionais”.

Os cursos livres podem ser de curta duração ou longa duração, portanto vale a pena informar esse detalhe. Veja um exemplo de curso livre no CV.

Exemplo de como colocar cursos livres no currículo

Cursos

Curso Livre: Competência digital docente: inovação no ensino de línguas estrangeiras

Faculdade de Letras, Universidade do Porto

Abril de 2022 – Julho de 2022, 162 horas

Curso Livre: Culturas da Língua Portuguesa – Um novo panorama

Centro Nacional de Cultura, Lisboa

Outubro de 2022 – Novembro de 2022, 20 horas

Siga as mesmas regras se você procura como colocar cursos de extensão no currículo. Assim como os cursos livres, cursos de extensão são frequentemente oferecidos por universidades e envolvem uma formação complementar.

Como colocar cursos profissionalizantes no currículo

Diferente dos cursos complementares ou livres, os cursos profissionalizantes envolvem a sua formação. Portanto, coloque os cursos profissionalizantes na secção de “Educação” do seu currículo. Também chamados cursos técnicos, vale a pena informá-los no CV se forem a sua formação principal ou relevantes para a vaga concorrida.

Em Portugal, cursos profissionalizantes podem ser de diferentes tipos:

  • Ensino Secundário Técnico, para quem opta por modalidades profissionais em vez da área científico-humanística;
  • Curso de Especialização Tecnológica (CET), realizado após o Ensino Secundário e com duração de um ano ou um ano e meio;
  • Curso Técnico Superior Profissional (CTeSP), de nível superior e com duração de dois anos.

Informe o seu curso profissionalizante no currículo português em ordem cronológica inversa, isto é, começando pelo mais recente. Veja um exemplo a seguir.

Exemplo de como colocar cursos profissionalizantes no currículo

Educação

Técnico especialista em desenvolvimento de produtos multimédia – CET

Citeforma, Lisboa

2022

Ensino Secundário (12.º ano), Curso de Ciências e Tecnologias

Escola Secundária Ramos Filho, Lisboa

2021

Tenha em mente que, caso você tenha cursado alguma Licenciatura, não é necessário informar o seu Ensino Secundário no currículo. Veja a seguir a importância de colocar cursos no currículo.

Por que incluir cursos num currículo?

Caso você não esteja convencido se deve ou não informar os seus cursos no curriculum vitae, veja abaixo os principais motivos para colocá-los.

1. Comprovar as suas competências

Todo currículo deve ter uma secção para as competências profissionais. Esta parte é, em geral, uma lista das suas principais competências e qualidades no currículo, conforme a vaga concorrida. Se você quiser ter um currículo forte, busque trazer uma unidade entre as diferentes secções.

Uma forma de fazer isso é informar os cursos onde você adquiriu as suas competências profissionais. Lembre-se de que esses dados devem ter alguma relação com a vaga desejada para serem relevantes.

2. Mostrar a sua atualização na profissão

Demonstrar formação contínua é certamente vantajoso para você. No mundo em constante mudança em que vivemos, você deve mostrar no currículo que mantém os conhecimentos atualizados.

Esse também é um modo de desenvolver habilidades necessárias para determinado emprego, e que você ainda não possui. Num caso como esse, destaque a secção de cursos com as competências adquiridas para a vaga.

3. Oportunidade de usar palavras-chave

Você também deve estar preparado para processos seletivos onde os currículos são analisados e selecionados primeiro por softwares. Segundo a Escola de Administração da Universidade de Buffalo, esses softwares usam uma busca por palavras-chave para encontrar as suas qualificações, então seja específico e direto com os termos que escolhe.

Uma vantagem de ter uma secção de Cursos relevantes para a sua área é poder usar as palavras-chave das qualificações requisitadas pela vaga de emprego. 

4. Destacar-se no currículo

Imagine uma vaga com 500 candidaturas. Infelizmente, isso é comum em muitas áreas de atuação. Portanto, use todos os recursos à sua disposição para se destacar da multidão. Um deles é mostrar que você adquiriu qualificações e competências relevantes em cursos.

Você está a procurar um curso como oportunidade de se destacar, mas não sabe o que escolher? Descubra a seguir.

Os cursos mais requisitados em currículos

Antes de mais nada, saiba que os cursos que mais podem ajudar o seu currículo vão depender da sua área de atuação e das qualificações procuradas pela empresa.

Por exemplo, os cursos mais interessantes para um currículo de copywriter com certeza serão diferentes de um currículo para enfermeira. Leia a descrição da vaga desejada com atenção para saber o que é importante no seu caso.

Dito isso, há dois tipos de cursos requisitados pelo mercado de trabalho em geral:

  • Cursos de informática: como diz a Organização Crescer Sempre, a tecnologia está cada vez mais presente no nosso dia a dia, tanto pessoal quanto profissional;
  • Cursos de idiomas: a situação do mercado de trabalho atual é global, com empresas cada vez mais interessadas em candidatos que dominam línguas estrangeiras.

Realizar cursos de informática ou de idiomas também podem ser informados na secção de competências do currículo, ao colocar o domínio de uma ferramenta ou língua seguido pelo curso concluído.

Atente para o seu currículo não ficar muito longo, focando apenas no que é realmente importante. Com o currículo pronto, reveja para garantir que está coeso e bem escrito.

Não tem de ser um especialista para criar um currículo perfeito. Com o criador de currículos online da LiveCareer, encontrará frases prontas para seu curriculum vitae, feitas para cada profissão e situação. Adicione-as com um só clique e modifique-as como preferir.

FAÇA O SEU CURRÍCULO AGORAgerador de currículos

Obrigada por ler este guia sobre como colocar cursos no currículo. Encontrou a secção certa para informar o seu curso? Ficou com alguma dúvida? Escreva nos comentários abaixo e responderemos o mais rápido possível.

Escrito por

Beatriz Negreiros Gemignani
Beatriz Negreiros Gemignani

Beatriz é uma escritora de conselhos de carreira e especialista em currículos da LiveCareer. Nos seus artigos, ela se compromete a oferecer orientações para ajudar a conquistar as suas metas de carreira.

Seguir

Avalie meu artigo:

Como colocar cursos

Média:

Obrigado por votar!
5.00  (2 votos)

Quer criar um currículo profissional?

Teste nosso gerador de currículos
Currículo perfeito

Mencionado em: